fbpx

4 modalidades de ciclismo para conhecer e praticar

Aqueles que acompanham o blog BR Ciclismo já devem estar cientes de que o ciclismo é um dos esportes mais versáteis que temos. Além de ser recomendado para todo biótipo, o esporte também ganha pontos positivos pela sua diversidade de modalidades.

O grande problema é que, quando se é iniciante, acreditamos falsamente que o ciclismo diz respeito a apenas uma única prática, quando na verdade o esporte é muito vasto e rico em possibilidades.

Partindo desse pressuposto, criamos a publicação de hoje visando te apresentar 4 modalidades de ciclismo, evidenciando as características de cada uma, assim você consegue escolher com maior precisão a modalidade que mais combina com você. Bora lá?

1. Ciclismo de estrada

A modalidade ciclismo de estrada se consagrou como a mais tradicional do ciclismo. Nela os trajetos das provas são mais longos e, como prediz o próprio nome, ocorrem em estradas.

Dois ciclistas lado a lado praticando a atividade em uma estrada

O interessante desse tipo de modalidade é que cada percurso é um encontro com uma paisagem poética, por mais tortuosas que as provas pareçam ser. Dada a grande extensão do percurso, é muito importante contar com resistência, afinal, uma das competições dessa especificidade requer que distâncias de 150 km a 200 km sejam percorridas, claro, alcançando altas velocidades.

Assim, podemos já adiantar que o ciclismo de estrada possui uma subcategoria, caracterizada pelo contra-relógio individual e o contra-relógio entre as equipes. Geralmente, as competições ocorrem em distâncias que variam entre 10km até 50 km.

Visto que resistência e tempo devem estar alinhados na modalidade em questão, as bikes speeds são as mais recomendadas para execução do percurso, posto que são mais leves e, aerodinamicamente, mais estratégicas para o alcance de velocidade.

2. BMX

Já a modalidade BMX exige uma grande competência e habilidade por parte dos atletas, visto que o maior dos objetivos é mandar manobras radicais, sobretudo, em grandes alturas.

Dois jovens praticando manobras com bicicleta

As provas do BMX se subdividem em duas espécies, a BMX Racing, praticada em vias adversas, e a modalidade BMX Freestyle, muito conhecida no mundo do ciclismo pelas manobras insanas feitas com a bike.

Na BMX Racing, a competição se dá em pistas recheadas de obstáculos, cujo objetivo último é chegar até o final o mais rápido possível. Devido aos agentes obstrutivos de vias, as distâncias são bem pequenas – de 300 a 400m em um tempo de aproximadamente 40s.

Agora, o BMX Freestyle tem uma pegada bem diferente. Os competidores precisam lançar algumas manobras radicais que serão julgadas por um corpo pré-estabelecido de juízes. Logo, o competidor que alcançar altas notas, vence a competição.

3. Mountain Bike

Mas, se o que você quer é aventura com picos de adrenalina, certamente, vai gostar bastante do Mountain Bike.

A prática do MTB é altamente recomendada para os espíritos livres, visto os seus momentos de emoção e explosão. Como as pistas contam com variadas condições adversas, como buracos, trilhas, pedregulhos, rochas e ambientações íngremes, o esporte acaba por requerer manobras não menos arriscadas e de alta precisão.

Dois ciclistas fazendo trila com bicicleta em local com diversos obstáculos

Os ambientes da prática de Mountain Bike são abertos e, como vimos, cheios de obstáculos, o que requer bikes projetadas exclusivamente para o esporte. Por isso, as bicicletas de MTB contam com pneus mais grossos e com amortecedores bem resistentes para amenizarem o impacto com o solo, pois foram projetados para proporcionar uma melhor leitura de terreno, melhorar o conforto e segurança dos pilotos.

Quer saber como escolher a bike MTB ideal? Confira nossas dicas exclusivas!

Além disso, é válido dizer que, assim como o ciclismo de estrada, o MTB propicia a vista de paisagens paradisíacas, visto que o esporte é feito em diferentes espaços e ambientações.

Quanto aos campeonatos, há provas nas quais os atletas largam simultaneamente e vence quem cruzar primeiro a largada, já em outras a corrida é, principalmente, contra o relógio, visto que a vitória só é dada para aquele que finaliza um determinado trajeto em um tempo menor que o adversário.

4. Ciclismo de pista

Já o ciclismo de pista é bem acompanhado nos Jogos Olímpicos. Você provavelmente já deve ter visto essa modalidade nos grandes veículos midiáticos. Em pistas fechadas, os ciclistas ficam alinhados em uma perseguição, o que torna a modalidade ainda mais emocionante.

Ciclista para em cima de bicicleta em um velódromo

O ciclismo de pista e o ciclismo de estrada se tornaram práticas esportivas ainda no início do século 20. No ano de 1903, tivemos a primeira edição do Tour de France, considerada a competição mais conhecida do ciclismo de estrada, enquanto isso, o ciclismo de pista caminhava quase que paralelamente.

As competições dessa modalidade são inúmeras: sprint, steam sprint, keirin e a famosa perseguição de equipes, na qual se visa alcançar os atletas da equipe rival, ficando a menos de 1 metro de proximidade. Aqui, os ciclistas se alternam, buscando sempre deixar um competidor à frente para cortar o vento.

E sabe o que é mais incrível do ciclismo de pista? As bikes usadas não possuem sistema de frenagem, o que leva a parada a ser feita pelos pedais. Loucura, não?!

É isso aí, chegamos ao fim de mais um post aqui no blog da Bike Runners, conta aí pra gente nos comentários, você já conhecia alguma dessas modalidades? Tem vontade de praticar alguma delas?

E para não perder nenhuma de nossas publicações aqui no blog, não deixe de acompanhar as nossas postagens semanais. Aqui, toda semana trazemos conteúdos informativos para você potencializar o seu pedal.

Nos vemos em breve!

Visite a loja da bikerunners! Temos tudo que você precisa para ser um ciclista. Comece a pedalar!
Anterior

Tudo sobre treino regenerativo: o que é e como fazer de bike

3 dicas de bikes para iniciantes no pedal

Próximo