fbpx

Dicas essenciais para garantir o pedal quando a temperatura abaixa

Todo amante do ciclismo busca formas práticas para poder pedalar no frio. Isso porque algumas modalidades como o ciclismo de estrada e do MTB não têm a mínima condição de serem praticadas em dias mais amenos sem que haja um isolamento térmico, afinal, ninguém aguenta pegar regiões de grande altitude desprevenido.

Pensando em você ciclista que não gosta de perder por nada o pedal, considera que as baixas temperaturas podem ser um motivo suficiente para fazê-lo ficar em casa e sabe que a baixa da temperatura pode ocasionar alguns ricos ao pedal, nós da equipe do BR Ciclismo separamos dicas para que a jornada seja feita de forma agradável e mais segura. Confira aí!

Faça a manutenção e verificação da bike

É sempre uma boa ideia dar à sua bicicleta revisões regulares de desgaste, mas é mais importante ainda quando irá pedalar no frio e em pisos molhados. Verifique os pneus em busca de pequenos pedaços de vidro que possam não ter causado uma perfuração, visto que se ali deixados, acabarão por perfurar a câmara de ar.

Homem calibrando pneu de bicicleta

© TREVOR RAAB

As paredes laterais dos pneus também devem ser verificadas regularmente, pois usar um pneu sempre umedecido causará desgaste excessivo do cordão lateral e poderá causar uma ruptura em um momento inoportuno.

Verifique suas pastilhas de freio regularmente, pois elas podem ficar incrustadas com fragmentos de liga da superfície de freio, sem mencionar a areia e o cascalho que impregnam nos aros das rodas. Os cabos de freio também precisam ser verificados quanto ao desgaste para garantir o sistema de frenagem, que precisa estar em perfeitas condições ainda mais em pistas molhadas.

Imagem focada em parte traseira de bicicleta e mão fazenda manutenção

 

Dê também uma regularidade à sua transmissão e lembre-se de que a operação do sistema de acionamento com muito lubrificante pode comprometer a eficiência, além de deixá-lo muito seco.

Não passe despercebido, seja visto

Você não pode falhar no sistema de luzes (dianteira e traseira), especialmente ao girar em áreas urbanas, pois do contrário pode colocar a sua vida em risco. Considerando que quando as temperaturas estão muito baixas é possível encontrar ainda uma atmosfera nebulosa, as luzes de sua bike precisam estar em perfeitas condições e, claro, nos lugares certos.

Três pessoas andando de bicicleta com iluminação em rua escura

REPRODUÇÃO KNOG

Muitas vezes você encontra ciclistas com uma luz traseira que não está apontando na direção certa ou é obscurecida por sua jaqueta. Certifique-se de que as luzes estejam bem fixadas e posicionadas em locais em que os demais condutores às verão de forma clara. Isso tudo claro, antes mesmo de subir na bike.

Onde você pedala também é vital. Ocupe a posição determinada pela lei e comande seu espaço na via. Isso traz o benefício de permitir que você tenha algum espaço, se o motorista de trás não tiver visto você e tentar passar por ele.

Aliás, tenha plena certeza que você foi visto pelos carros ao sinalizar para sair, especialmente em manhãs frias, quando os passageiros ainda podem estar olhando através de um pára-brisas embaçado ou olhando contra o sol baixo da manhã.

Ser visto ainda requer que você utilize, além das lanternas e faróis, roupas com faixa refletiva e com cores chamativas. Esses detalhes deixam de ser acessórios e passam a ser essenciais quando é a sua vida que está em jogo.

Imagem escura de pessoa sentada em bicicleta virada de costas e iluminação traseira da bicicleta

REPRODUÇÃO KNOG

Para trazer maior eficiência e exatidão na hora da verificação de sua bike, aqui no blog temos posts incríveis sobre manutenção de bicicleta no geral, eles ajudarão você a manter sua bicicleta em ótimas condições.

Seja cauteloso e evite riscos

Pedalar em dias frios e no molhado pode ser muito divertido, mas certifique-se de fazê-lo com segurança. Da mesma forma que na direção de um carro, você demorará mais para parar ao frear no piso molhado devido ao acúmulo de água nos aros entre as pastilhas de freio e a superfície de frenagem. Certifique-se de levar isso em conta.

Além disso, as marcações nas ruas tendem a ser escorregadias quando molhadas, assim como as tampas de drenagem e tampas de bueiros, por isso, lembre-se de ter um cuidado extra ao passar por elas, especialmente ao tracionar.

Imagem de ciclista passando em rua cheia de água da chuva

Evitá-los é a melhor opção, mas se não houver alternativa, antecipe sua linha e velocidade, pois uma curva acentuada sobre uma peça de ferro ou uma linha pintada, em média/alta velocidade, poderia facilmente resultar em uma queda.

Escolha as roupas certas

Claramente um dos maiores desafios em pedalar no frio é a falta de isolamento térmico e dependendo da região onde você esteja o frio é quase insuportável. Pensando nisso, é importante que você considere o uso de roupas para pedalar e acessórios que possam te manter aquecido durante todo o percurso.

Pessoa pedalando em local cheio de árvores utilizando roupas de frio e máscara

REPRODUÇÃO NAROO MASK

O ponto é que contar com agasalhos muito quentes pode te fazer passar calor e acabar se tornando um grande incômodo, afinal, onde guardar a roupa em excesso? Nesses casos, o melhor mesmo é considerar o uso de corta-ventos.

O uso do corta vento em pedais de dias frios são extremamente funcionais, considerando que as peças possuem aberturas que auxiliam na evaporação do suor e não permitem a entrada da chuva, em casos de dias tempestivos. Aliás, essa peça do vestuário de ciclismo ainda pode ser encontrada em diferentes modelos até mesmo em colete para os atletas mais calorentos.

Pessoa de costas utilizando blusa corta vento na cor verde

REPRODUÇÃO FREE FORCE

Se estiver chovendo, considere o uso de uma capa de chuva, assim você evita se molhar e perder calor para o ambiente, o que facilita a contração de resfriados. Apenas certifique-se de que está comprando o tamanho certo, que não ficará longo demais, causando desconforto.

Um acessório indispensável para um pedal em baixas temperaturas são as luvas, não só porque podem ajudar a manter as mãos sempre quentes, mas também porque aumentam a aderência das mãos com o guidão, principalmente em alta umidade.

Se o frio estiver muito extremo, pondere ainda o uso de gorros por baixo do capacete. Assim você mantém a sua cabeça e seus ouvidos aquecidos durante o frio. Mas, evite o uso de toucas de lã, pois podem fazer com que você transpire muito.

Invista em uma boa alimentação

É muito importante que você invista em uma boa alimentação antes e durante o pedal. Isso porque, quando fazemos um pedal em temperaturas baixas, perdemos muita energia e, com ela, minerais e vitaminas essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Se você se alimenta de forma correta, evita o temível prego de fome, aquela situação em que falta energia para o pedal e, vai por nós, subir ladeiras íngremes é um sacrifício. Sem contar ainda que sem os nutrientes necessários para a manutenção de seu corpo durante o ciclismo, o seu sistema imunológico pode ficar fragilizado, propulsionando o aparecimento de diversas doenças.

Pote de vidro com cereais, iogurte e frutas, em cima de mais cerais e ao uma colher

Sendo assim, busque fazer refeições equilibradas antes do pedal, ricas em carboidratos que possam te ajudar a ter mais energia. Aliás, vale levar algumas nozes e castanhas para evitar o prego de fome e garantir o bem estar em todo percurso.

Em casos de subidas, redobre a atenção

Quando for subir um morro ou montanha, a sua atenção e cuidado têm que ser redobrados, uma vez que o vento pode cair em cima sem dó, então seus manguitos e o corta vento serão os seus melhores amigos. Mantenha a respiração controlada e compreenda que sentir frio em áreas mais inclinadas é normal. Lembre-se ainda de tomar cuidado ao descer, pois se estiver com o corpo molhado pode trazer riscos a sua saúde.

Mantenha a visão aguçada e antecipe comportamentos

A visão de todos tende a ser reduzida em dias frios, especialmente nos horários de maior movimento e maior escuridão, como nas primeiras horas do dia e no final da tarde. Como ciclista, você precisa se tornar muito bom em antecipar o comportamento dos outros usuários das ruas. Por isso, sempre tente chamar a atenção dos motoristas, pois essa é a forma mais eficaz de comunicação.

Além disso, pedalar em dias frios requer uma maior atenção para vias cobertas com folhas molhadas, visto que podem criar superfícies seriamente escorregadias. Se tivermos um período de seca e, em seguida, houver chuva leve em cima das folhas caídas, algumas de nossas vias mais rurais podem ser tão perigosas quanto andar no asfalto molhado.

Se você decidir pedalar em dias frios junto de um grupo de pedal nessas condições, deixe um pouco mais de espaço entre você e a pessoa à frente e tente antecipar qualquer problema que possa ocorrer à frente.

Viu só como o pedalar no frio pode ser mais aconchegante e seguro com as dicas certas? Seguindo as nossas recomendações, você facilmente conseguirá se manter protegido durante as baixas temperaturas e manter a integridade de suas pedaladas. Se gostou de nossas sugestões, navegue pelo nosso blog, semanalmente trazemos conteúdos úteis sobre saúde, segurança e bem estar no ciclismo.

Até mais!

Visite a loja da bikerunners! Temos tudo que você precisa para ser um ciclista. Comece a pedalar!
Anterior

3 marcas de bike de estrada para iniciantes no pedal

Tudo que precisa para o seu primeiro passeio de bicicleta de estrada!

Próximo