fbpx

Manutenção de bicicleta: sugestões para evitar problemas!

Falar sobre a qualidade do pedal, aqui no blog da Bike Runners, é algo primordial. Afinal, seja para aquelas pessoas que usam a bike no dia a dia ou para quem separa um momento exclusivo para pedalar, manter a manutenção da bicicleta é essencial.

Muita gente não se importa com isso, por falta de tempo ou por considerarem os valores do investimentos muito elevados, acabam deixando até mesmo os cuidados básicos em segundo plano.

Por causa disso, muitas vezes, o barato acaba saindo caro. Afinal, manter a atenção voltada para a prevenção de problemas é sempre mais vantajoso do que remediar os danos que podem surgir com o passar do tempo e do uso da bike.

Considerando que as peças, componentes e acessórios de boas bicicletas são sofisticados e possuem um tempo de durabilidade maior, a manutenção periódica irá evitar desgastes desnecessários e identificar riscos que poderão aparecer futuramente.

Pensando nisso, preparamos algumas sugestões que podem te ajudar na prevenção de problemas e até te livrar de passar por aqueles momentos do pedal em que a bike te deixa na mão por estar, na maioria das vezes, sem a manutenção adequada.

De quanto em quanto tempo é preciso fazer a manutenção da bike?

manutenção da bike

Para estipular um tempo precisamos levar em consideração o tipo de uso e o tipo de bike que você utiliza. Por exemplo, se você usa sua bicicleta no dia a dia, para ir ao trabalho ou para percorrer distâncias curtas, não será necessário pensar em uma manutenção tão específica.

Isso porque o uso, nesse caso, é um uso simples. Não exige muito da bicicleta e permite que a manutenção seja feita de forma simplificada, pelo menos uma ou duas vezes ao mês.

Nessa manutenção, será preciso verificar os quesitos básicos para o bom funcionamento da sua bike. Você deve, por exemplo, conferir se a corrente está com boa lubrificação, caso contrário, é importante corrigir esse erro colocando óleo.

Também é importante verificar a centralização das rodas e observar a pressão dos pneus. Tudo isso, com algum cuidado, pode ser feito em casa. Você pode ler mais sobre como calibrar os pneus corretamente nesse post: O que é medidor de pressão e como utilizar!

No entanto, para quem costuma pedalar pesado pelo menos uma vez por semana, fazer a manutenção pode exigir mais dedicação, tempo e experiência do ciclista. Nesses casos, é recomendado que um centro de serviço especializado faça o trabalho,.

Afinal, será preciso desmontar a bike e fazer a manutenção de forma bem específica. Portanto, se você está constantemente enfrentando água, lama, terrenos acidentados e outras características que exigem mais da sua bike, vale a pena procurar a ajuda de profissionais.

Mas, como saber se está na hora de fazer manutenção?

Se você é um ciclista que leva o pedal como um esporte, sabe que não é possível afirmar de quanto em quanto tempo é necessário realizar a manutenção sem observar a condição das peças e especificidades da bike.

No geral, o recomendado é que sempre, após uma trilha pesada, ao menos um ajuste de itens primordiais seja realizado.  Se você estiver sempre trabalhando para evitar o desgaste precoce da bike, provavelmente uma manutenção geral e aprofundada irá demorar um pouco mais.

Entretanto, é possível observar alguns sinais que vão nortear a frequência dos ajustes necessários e te ajudar a realizar a manutenção no tempo exato. Vamos conferir alguns desses pontos:

Não despreze os sinais gerais

manutenção da correia da bicicleta

Muita gente fica tão ligada a fatores mais agravantes que acabam se esquecendo daqueles sinais super básicos, que até aqueles mais inexperientes percebem.

Por exemplo, sabe quando o freio está fazendo aquele barulho chato, quando a corrente começa a dar seus primeiros estalos e o engate das marchas fica mais lento? Pois bem, esse é o momento de valorizar os sinais gerais e corrigi-los antes que eles se tornem mais graves.

Saber a hora certa de trocar a corrente, por exemplo, é essencial! Para entender mais sobre isso, veja nossa dica no vídeo:

Fique de olho na suspensão da sua bike

calibragem do pneu

Ela é a peça que mais fica vulnerável a pancadas durante as trilhas, portanto, merece um cuidado especial. De modo geral, costuma-se recomendar uma manutenção preventiva na suspensão logo após as primeiras 50 horas de uso da bike.

Quando nos baseamos em horas fica muito mais simples identificar o momento correto da manutenção, entretanto, vale a pena lembrar que nada é mais efetivo que ficar de olho, afinal, dependendo do seu uso e da sua bike, o procedimento poderá ser adiantado ou postergado.

Evite imprevistos verificando os pneus com frequência

bicicleta suja

Pneus carecas sempre serão um risco em percursos em trilhas ou longos pedais no asfalto. Portanto, para evitar problemas, é importante manter a câmara de ar segura – ou seja – manter os pneus carecas bem longe da sua bike.

No caso das mountain bikes, assim que os cravos estiverem gastos a ponto de ficarem lisos, é importante trocar os pneus. Além disso, lembre-se de sempre estar com uma ou duas câmaras extras.

Fazendo isso, você evita problemas e ainda pode ajudar alguém que passe por uma situação imprevista.

Viu como é simples manter sua bike com tudo em cima? Continue acompanhando nosso blog e tenha acesso a outros conteúdos como esse. Por aqui, estamos sempre trazendo informações, dicas e sugestões para incrementar seu pedal!

Nos vemos no próximo post!

Previous

Pedal Anchieta 2019 – Como se preparar para a descida?

Você sabe o que é o Bretelle de ciclismo? Aprenda a usar!

Next