fbpx

Qual o melhor material para quadro de bicicleta: veja as diferenças

Na hora de comprar ou montar a sua magrela, é importante saber qual o melhor material para quadro de bicicleta. Afinal, a qualidade do seu equipamento fará muita diferença na sua performance, no seu conforto e nos seus resultados.

No geral, existem quatro materiais mais comuns na confecção de quadros de bike: alumínio, aço, titânio e fibra de carbono. Com essa variedade, é importante prestar atenção a alguns detalhes na hora de escolher o melhor para você.

Para te ajudar, a Bike Runners levantou os diferenciais de cada substância para a peça da bike. Ficou curioso? Então, continue lendo!

1. Titânio – resistência e durabilidade

quadro 25 giosbr frs titânio claro metálico

Muito forte e resistente, o titânio é um material muito cobiçado, pois consegue unir força e leveza. No entanto, uma coisa torna sua aquisição mais limitada: o preço acaba sendo um pouco salgado.

Esse valor extra se dá pela qualidade e pela dificuldade na fabricação de peças de qualidade com esse material, que requer técnicas e ferramentas diferenciadas para seu manuseio. Tudo isso talvez valha a pena para quem precisa de um quadro que absorva bastantes vibrações, sem que seja pesado.

quadro de estrada de titanio com montagem plana

Com isso, o material proporciona bastante conforto ao pedalar, tornando a rodagem suave e silenciosa. O visual é perfeito para quem gosta de metal, afinal, o titânio não recebe muita pintura. Vale ressaltar que esses quadros são leves considerando sua resistência, mas não são os melhores sinônimos de leveza.

2. Aço

quadro aro 29 kylin aço carbono v brake

Um pouco mais obsoleto, digamos assim, o aço é um material que vem perdendo espaço na fabricação dos quadros, mas, nem por isso, é uma opção completamente ruim. Entenda mais!

Essa substância consiste em uma combinação básica de ferro e carbono, podendo contar com outros elementos. Aumentando os carbonos, aumenta-se a resistência, mas deixa o equipamento mais frágil e pouco flexível.

Para que o peso do quadro de aço seja menor – afinal, essa é sua maior desvantagem – usa-se ligas de cromo com paredes de espessura bem fina e, para garantir soldas fáceis e resistentes, acaba-se engrossando as terminações dos tubos e os quadros ficam com aquele visual característico.

3. Alumínio

quadro bicicleta aro 29 soul alumínio mtb

Talvez o mais usado na confecção de quadros de bike hoje em dia, o alumínio é um material muito popular por ser leve e prático. Sua composição permite que os fabricantes produzam quadros com formas diferenciadas, sendo bastante rígidos, leves e com aquele custo-benefício excelente.

Mas toda essa leveza tem também uma desvantagem: baixa resistência. Assim, não é muito indicado para esportes de alto impacto, com percursos muito íngremes e extremos, como nas bikes MTB.

Para que o quadro seja montado, é essencial que as ligas contem com outros elementos além do alumínio. As possibilidades são várias, conheça:

Série 5000, alumínio com manganês, silício e magnésio; série 6000, alumínio com magnésio e silício (mais resistente); série 7000: alumínio, magnésio, manganês, zinco e silício – ainda mais resistentes, porém mais suscetíveis a corrosão.

4. Fibra de carbono

quadro aro 29 carbono soul vesuvio t 19

As fibras de carbono, diferente de metais e ligas, podem ser compostas em sobreposições em diferentes direções, o que proporciona resistência multidirecional. O acabamento da união das fibras é feito com diversas capas de resina.

Você sabia que existem duas fibras de carbono? A HM, com módulo alto e muito elástica, e a HR, que garante boa resistência. Nos quadros, as fibras de módulo são muito usadas, garantindo maior flexibilidade à peça.

quadro mtb bmc team elite 01 carbono preto tam 16

Os quadros de fibra de carbono são bastante resistentes, leves, rígidos e apresentam boa durabilidade em relação a elementos externos, sendo ótimas opções para bikes speed. As vantagens são muitas, mas tudo isso interfere no preço, que acaba sendo mais caro – tudo depende do seu objetivo.

Mas esse material também apresenta algumas desvantagens, viu?! Ele não suporta impactos em pontos específicos, além de não ser muito resistente ao calor, enquanto os outros materiais são.

Como escolher o melhor material para o quadro de bicicleta

Agora que você entende melhor as especificidades de cada material, é importante levar em consideração alguns aspectos na hora de escolher o melhor para o quadro da sua bike, confira nossas dicas:

  • Uso do equipamento: é essencial considerar como você irá usar sua bike para escolher o material perfeito, afinal, cada um oferece vantagem para percursos e usos diferenciados. Não vale a pena investir em um modelo de quadro de titânio para trajetos planos por exemplo.
  • Peso do equipamento: de acordo com o uso, o peso da bike pode fazer muita diferença.. Mas vale a pena conferir em que peça leve é melhor investir o seu dinheiro – talvez não seja tão proveitoso gastar com um quadro leve, mas com outras peças.
  • Tempo de uso da bicicleta: se você quer uma bike para chamar de sua por muito tempo, alguns materiais são mais vantajosos que outros (e o contrário também).
  • Valor a ser investido: é indispensável ter em mente o valor que você quer investir em seu equipamento na hora de escolher o melhor material para o quadro. O aço é  o mais barato, depois alumínio, seguidos pela fibra de carbono e pelo titânio.

Considerando tudo isso e sabendo a diferença entre os componentes, você com certeza vai saber escolher qual o melhor material para o quadro da sua bicicleta. Gostou das nossas dicas? Então, acompanhe a Bike Runners nas redes sociais para mais conteúdos como esse! Até o próximo post!

Visite a loja da bikerunners! Temos tudo que você precisa para ser um ciclista. Comece a pedalar!
Anterior

Tipos de guidão: como escolher o melhor para sua bike

Tipos de bicicleta: conheça diferentes modelos e modalidades!

Próximo