fbpx

Escolhendo o suporte certo para transporte de bicicletas

Se você não se separa de sua bike, com certeza já se deparou com a necessidade de transportá-la de carro. E confesse: você já deve ter tentado, a muito custo, colocar a pobre bicicleta no bagageiro ou bancos traseiros, sem sucesso.

Adiantamos que essa é uma prática nada recomendável! Ela coloca sua segurança em cheque e pode danificar seu carro e sua bicicleta. Para transportar bikes com segurança – e muito mais praticidade – o mercado disponibiliza diversos modelos de equipamentos especiais.  

O suporte para bicicletas – também chamado transbike – é um acessório para carros que adapta o veículo para o transporte seguro de uma bike ou mais. Quer saber como ele funciona e qual o tipo mais adequado à sua necessidade? Acompanhe a leitura e pegue as dicas! 

O que observar na hora de escolher seu suporte

Antes de qualquer coisa, os fatores listados a seguir devem ser observados com muita atenção. Anote aí! 

Leis de trânsito

CTB código de trânsito brasileiro

Fique atento: existem regras legais para transporte de bicicletas em veículos! Possuir a informação correta e estar consciente da necessidade das normas é o passo principal para transportar sua bike com segurança.

A legislação foi atualizada em 2010, pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), e estabelece que, quando posicionada no carro, a bicicleta não pode atrapalhar a visibilidade da placa e da sinalização e não deve alterar a estabilidade do veículo. O uso dos suportes adequados, fixos ou móveis, também é exigido por lei.

Nos casos em que a bicicleta inevitavelmente esconde a placa ou as luzes do veículo, faz-se necessário uso de placa reserva ou régua de sinalização, que devem ser colocados sobre as bicicletas. 

Dimensões do veículo

Ao levar cargas adicionais em seu carro, observe sempre se as dimensões do seu veículo estão adequadas ao trânsito em cidades, em altura e largura. De acordo com a lei, objetos levados no teto do carro não devem ultrapassar 50 cm adicionais à altura do automóvel.

Essa lei, no entanto, abre uma exceção para bicicletas, que podem ser levadas no teto, frequentemente em pé. 

Nesses casos, você deverá ser prudente para evitar acidentes. Tome cuidado com pórticos, entradas de garagem ou árvores baixas, que podem se enroscar no equipamento. Se você já sabe que transitará com frequência por esses elementos, o transbike de teto talvez não seja a melhor opção.

Compatibilidade com o veículo

Há transbikes que não podem ser instalados em determinados modelos de veículos. Informe seu vendedor sobre o veículo específico em que o suporte será colocado, para evitar prejuízos de segurança ou danos ao carro e às bikes. 

Capacidade do suporte

Cada equipamento suporta pesos diversos. Informe-se com o fornecedor sobre o número de bikes e o peso total que o suporte pode transportar. Nunca desrespeite esse limite, mesmo que não haja problemas aparentes. 

Os modelos disponíveis: escolhendo o seu

Observados os critérios que indicamos, é hora de escolher seu tipo de suporte. A seguir, descrevemos as principais opções disponíveis atualmente:

Transbikes de teto

suporte de teto para transporte de bicicleta

Para veículos que já possuem rack de teto, um suporte de teto é a solução mais simples. Esses modelos podem ser feitos de calhas de aço ou alumínio, além de utilizar ventosas.

Colocar e retirar as bicicletas desse suporte, porém, pode ser uma tarefa complicada para os menos experientes. É considerado um suporte pouco acessível.

Uma de suas vantagens é a proteção que oferece às bikes, posto que o risco de colisão com a lataria de outros veículos é quase nulo. Exige, no entanto, atenção com obstáculos elevados, como pórticos e entradas. 

Outra vantagem é a visibilidade: luzes traseiras e placas ficam totalmente livres. O acesso ao porta-malas também é facilitado.

Observe ainda que esse modelo pode ocasionar arrasto aerodinâmico, o que aumenta o consumo de combustível. Se este é um fator importante para você, vale considerar. 

Existem também os transbikes de caçamba, para aqueles que possuem caminhonete. Funciona da mesma forma que o suporte de teto, com a exceção de que se posiciona sobre a caçamba.

Transbikes de traseira 

Suporte traseiro para transporte de bicicleta

Por seu baixo custo e fácil instalação, os transbikes de traseira – também conhecidos como transbikes de porta-malas – são os mais populares e também os mais indicados para as bikes mais pesadas.

Com essa opção, as bikes ficam mais expostas a colisões, portanto tenha muita atenção na hora de estacionar ou manobrar. Em contrapartida, a colocação e retirada das bicicletas é muito simples e rápida.  

Dentro dessa família de modelos há os tipos sem engate reboque, que se encaixam diretamente na traseira do carro, por meio de tiras. Até três bicicletas podem ser levadas de uma só vez. 

Esse tipo exige cuidados, pois toca diretamente a lataria e vidros do veículo. Suas extremidades de contato são emborrachadas, mas se posicionadas sobre uma lataria com partículas de poeira, podem provocar pequenos riscos. 

Os tipos com engate reboque anulam quase que completamente o risco de prejuízo à lataria. Eles ficam presos ao reboque, são mais estáveis e não tocam o carro.

Agora que você já sabe qual o suporte adequado para seu carro e bike, confira as opções da nossa loja! Lá você encontra todos os estilos de suporte que citamos, além de um arsenal de acessórios e equipamentos fundamentais para sair por aí em busca de aventura. 

Tem alguma dúvida? Escreva seu comentário! A equipe runner está pronta para interagir e participar de sua jornada. Para mais conteúdos como este, fique ligado no Bike Runners Blog, tem post novo toda semana. Até a próxima!

Previous

GPS para bike: aprenda a utilizar esse recurso em seu pedal

Aplicativo Strava: o que é e como funciona?

Next