fbpx

Saiba o que é pedivela e qual o melhor para sua bike!

A bicicleta é um veículo que se movimenta pela força humana. Seus mecanismos fazem com que consiga levar um peso muito maior que o seu próprio. Isso ocorre, em parte, graças à pedivela, assunto do post de hoje!

A pedivela é a peça da bicicleta que transmite a força do ciclista à coroa e ao eixo, fazendo com que todo o mecanismo gire. Também é chamada de manivela, cranque ou biela.

A força aplicada ao pedivela é multiplicada pelas engrenagens e alterada por câmbios e marchas, fazendo a mágica acontecer: o veículo se move com arranque crescente, e pode ser conduzido por terrenos inclinados, com pesos consideráveis.

Existem centenas de tipos de pedivela: inteiriços, desmontáveis, mais leves, mais pesados, maiores, menores. A maior diferença entre eles talvez seja sua relação com as coroas, que podem ser acopladas ou separadas, múltiplas ou únicas.

Quer entender quais são suas características e qual delas melhor se encaixa em suas necessidades? Acompanhe a leitura!

Tipos de pedivela

pedivela xt

Como já comentamos, existem centenas de modelos de pedivela e é impossível tratar de todos. Para que conheça melhor o componente, apresentaremos alguns dos principais tipos e suas utilizações:

Pedivela monobloco, ou “Z”

pedivela monobloco em z

Este é um modelo clássico, tradicional, muito usado na modalidade BMX nos anos 70 e 80. O equipamento é bem pesado e costuma dar folga, mas é bastante barato e ainda é muito utilizado por diversos fabricantes.

O modelo também é chamado de “Z” devido ao seu formato, que se assemelha à letra.

Nas pedivelas monobloco, as coroas não podem ser substituídas individualmente, pois são fixas com rebites. Se uma delas se danificar ou entortar, todo o conjunto deverá ser trocado. Há, ainda, modelos com uma única coroa, as singles.

Pedivela fixa: coroa única

pedivela fixa coroa unica

Esse modelo é usado em bikes fixas – modelo de única marcha com transmissão direta, ou contra pedal – e single speeds – bicicletas de contra pedal que também têm roda livre.

Essas pedivelas só possuem uma coroa, que pode ser fixada pelo eixo central ou pelo spider, peça que conecta o componente em diversos pontos parafusados.

Pedivela 3 coroas para Mountain Bike

Esses modelos possuem 3 coroas e podem ser todas fixas ou desmontáveis, o que permite que o ciclista altere os componentes de acordo com a pista em que vai pedalar. O equipamento tem eixo oco, o que fornece maior leveza.

Materiais

Atualmente, a grande maioria das pedivelas é fabricada em cromo, material leve e resistente que faz o equipamento pesar cerca de 800 gramas. Algumas marcas possuem pedivelas em alumínio, material cada vez menos usado. Há, porém, pedivelas em ferro, aço e carbono.

Os pedivelas mais leves e mais resistentes são feitos em titânio, material que reduz o peso pela metade. Esses componentes, porém, podem ser muito caros, chegando a custar 2000 reais.

Tamanhos de pedivela: como escolher?

Como tudo em ciclismo, pedivelas também têm tamanho! Elas podem variar quanto ao tamanho das coroas – em número de dentes – e no comprimento do braço – do eixo central à ligação com o pedal.

Quanto ao tamanho das coroas – para pedivelas speed, com 2 coroas – existem os modelos standard (coroa maior com 53 dentes, menor com 39 dentes), compacto (50 dentes na coroa maior, 34 dentes na menor) e semi compacto (52 dentes na coroa maior, 36 na menor).

Coroas standard costumam ser mais ágeis em descidas, enquanto coroas compactas são mais leves em subidas acentuadas. Avalie qual característica beneficiará mais o seu pedal!

O braço da pedivela deve ser proporcional ao tamanho da roda da bike. Em bikes infantis, por exemplo, as pedivelas são adaptadas para que não toquem o chão em curvas. A seguir, veja uma tabela com as correspondências entre tamanho de pedivela e altura das pernas do ciclista:

Braços de pedivela também podem ser adaptados em função da performance. Os mais longos oferecem maior efeito de alavanca, o que é vantagem em modalidades como a speed. A pedalada fica ligeiramente mais rápida na arrancada.

Se suas pernas são muito longas, porém, o pedivela grande pode não ser a melhor opção – especialmente em bikes speed ou road bikes. O tamanho errado exige uma curvatura pouco natural do joelho, quando levantado. Isso prejudica o movimento de alavanca e, a longo prazo, pode causar lesões.   

Comprando os melhores componentes para sua bike

E aí, já sabe em que modalidade vai pedalar e qual o modelo de pedivela adequado? Seja speed, road, MTB ou freestyle.

Em lojas especializadas você encontra uma seleção de componentes: selins, pedaleiras, guidões, freios… tudo isso com qualidade, segurança e preço justo. Passa lá!

Para mais textos como este, com informação de qualidade sobre ciclismo, fique atento às atualizações de nosso blog; postamos toda semana!

Visite a loja da bikerunners! Temos tudo que você precisa para ser um ciclista. Comece a pedalar!
Anterior

O que é jaqueta corta vento? Veja sua importância no ciclismo

Qual o melhor velocímetro para bike? Confira as dicas!

Próximo